Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on telegram
Share on email
Share on twitter

Jovem que teve o coração arrancado é identificado em Parauapebas

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

O corpo de Ezequiel de Jesus Soares Brilhante, de 24 anos, que teve o peito aberto por faca e o coração arrancado por três homens, foi identificado nesta segunda-feira (7). O crime foi filmado pelos próprios autores, que estão foragidos.

A execução, conduzida com requintes de crueldade, foi realizada por Felipe Pacheco, Carlos Emoji e Gabriel Lourinho. Nas imagens, eles aparecem abrindo o peito de Ezequiel à faca e retirando o coração da vítima em uma macabra demonstração de selvageria. E ainda não satisfeitos, fatiaram o órgão.

Ezequiel trabalhava como padeiro, era natural de Tucuruí e morava no bairro da Paz. O corpo do jovem, foi encontrado por um pescador em uma área de mata no Residencial Vila Nova, dentro de um terreno conhecido como área do Gabriel. O cadáver apresentava cortes no pescoço e tinha o abdômen aberto com as vísceras expostas. As mãos e pés estavam amarrados. Sem pistas, a polícia abriu uma investigação que pudesse esclarecer o crime bárbaro.

Celular interceptado 

No último dia 4, durante uma abordagem de rotina, policiais apreenderam um adolescente de 16 anos e, no celular dele, encontraram imagens do crime. O garoto confessou ter conhecimento do caso e apontou os nomes dos assassinos. Também indicou o local em que o corpo estava enterrado.

Mas o que parecia o desfecho de uma história macabra ainda revelaria detalhes ainda mais chocantes. No dia 5 de junho, os policiais militares e bombeiros foram até o local indicado pelo adolescente e conseguiram localizar um corpo enterrado em uma cova, já em avançado estado de decomposição.

O cadáver trazia as mãos e os pés amarrados. Porém não havia o corte no peito como mostrado no vídeo, indicando que não se tratava do mesmo crime e nem da mesma pessoa filmada pelos executores. O Instituto Médico Legal (IML) identificou a vítima como Célio Kayke Ferreira da Silva, de 18 anos.

Policiais da 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil, onde os dois casos estão sendo investigados, tentam agora localizar e prender os três fugitivos para esclarecer as mortes. (Via Roma News)